Brasil assina oito acordo bilaterais com Emirados Árabes

Neste domingo (27) em visita oficial aos Emirados Árabes Unidos, o presidente Jair Bolsonaro afirmou oito acordo bilaterais com o país do Oriente Médio, são em diversas áreas como: paz e segurança, cooperação econômica, inteligência artificial, meio ambiente e defesa. A comitiva brasileira foi recebida, em Abu Dhabi, pelo príncipe herdeiro do país, Xeique Mohammed bin Zayed Al Nahyan.

 

Bolsonaro está em visita a três países da região. Depois dos Emirados Árabes, visita o Catar e a Arábia Saudita, que são grandes compradores de produtos do agronegócio brasileiro e compradores promissores de produtos de defesa. Os dois países são donos de grandes fundos soberanos em busca de oportunidades de investimento em países emergentes.

 

“O Brasil mudou de verdade, os números da economia comprovam o que estou falando, e o fato de estarmos reconquistando a confiança do mundo todo faz com que cada vez mais países queiram firmar negócios com o Brasil”, disse em entrevista à Agência de Notícias dos Emirados Árabes, antes de deixar o país rumo ao Catar.

 

1- Cooperação e assistência mútua em matéria aduaneira

 

O acordo pretende prestar assistência mútua na prevenção, combate e investigação de infrações aduaneiras para garantir segurança e fluidez na cadeia logística do comércio entre Brasil e os Emirados Árabes Unidos. Além disso, haverá troca de informações sobre assuntos de sua competência, tais como valoração aduaneira, regras de origem e classificação tarifária. 

 

2- Troca e proteção mútua de informações

 

O projeto estabelece, entre outros assuntos, equivalência dos níveis de classificação, medidas de proteção, regras de acesso e transmissão de informações classificadas, bem como providências relacionadas ao vazamento de dados sigilosos ao abrigo do instrumento.

 

3- Parceria estratégica

 

O objetivo é estabelecer diretrizes para o desenvolvimento de iniciativas de alto nível nas áreas de paz e segurança; de cooperação econômica, especialmente em comércio, investimento, indústria, infraestrutura, agricultura, transporte e espaço exterior; de cooperação energética e articulação de mecanismos conjuntos no campos do turismo, cultura e esportes.

 

4- Inteligência artificial

 

Parceria pretende desenvolver iniciativas entre instituições tecnológicas de ambos os países na área de inteligência artificial por meio do desenvolvimento de programas de pesquisas básicas e aplicadas, realização de projetos conjuntos e participações em eventos

 

5- Setor de Defesa

 

Cooperação vai financiar projetos considerados prioritários pelos governos do Brasil e dos Emirados Árabes Unidos, dentro do território brasileiro, voltados para o desenvolvimento da cooperação em capacidade industrial de defesa entre os dois países.

 

6- Comercialização de produtos de Defesa

 

Estabelece diretrizes para parceria estratégica entre o Brasil e os Emirados Árabes relacionada ao desenvolvimento, produção e comercialização de produtos de defesa

 

7-Negócios

 

Visa intercambiar informação sobre o ambiente de negócio e oportunidades de investimentos nos dois países por meio de compartilhamento de experiências e de melhores práticas com vistas a despertar o interesse das suas companhias locais em estabelecer ou expandir atividades no território do outro país.

 

8- Conservação da biodiversidade

 

Promoverá a cooperação bilateral entre os dois países nas áreas de conservação ambiental e de espécies ameaçadas desenvolver iniciativas em ecoturismo, avaliação dos serviços ecossistêmicos, entre outras.

 

Com informações do site Brasil. 

 

 

Por unanimidade deputados instauram CPI da energia

Ministra acredita que mercado dos EUA voltará a comprar carne brasileira

Estados e municípios podem receber até R$ 500 bilhões com Pacto Federativo

Grêmio vence Inter e mantém perseguição ao G4

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui