Pernambuco terá linha de crédito de R$ 10 milhões para o setor do turismo

Empreendimentos turísticos de Pernambuco serão beneficiados com recursos na ordem de R$ 10 milhões. O valor pode ser acessado através do CrediturPE, uma linha de crédito de capital de giro que será administrada pela Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (AGE). Na primeira etapa, os recursos serão colocados para empréstimo, destinados a financiar capital de giro de pessoas jurídicas do setor de turismo, sendo obrigatório estarem cadastradas no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), do Ministério do Turismo.

 

“Os recursos para o setor de turismo devem ajudar a gerar mais empregos, especialmente com a redução dos casos de coronavírus e a retomada de atividades ligadas ao segmento. Neste momento, a saúde e a economia estão atreladas, mas temos esperança com o aquecimento do setor, com novas contratações”, disse o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes.

 

As condições da AGE são especiais, com valor do crédito por cliente de até R$ 150 mil, com até 72 meses no total para a operação financeira, sendo 12 meses de carência do principal e até 60 meses para pagar (12+60), em função da análise cadastral e da capacidade de pagamento do cliente. As taxas de juros são de Selic, mais 5% ao ano. Os recursos são oriundos do Fundo Geral do Turismo (Fungetur), do Ministério do Turismo.

 

“Um diferencial desta linha de crédito de capital de giro é que ela pode ser acessada não apenas por quem teve suas atividades afetadas pela pandemia, mas também para quem deseja retomar seu funcionamento, ou quem quer abrir um novo estabelecimento, já apresentando um plano de negócios”, ressalta o diretor de Negócios da AGE, Edilberto Xavier.

 

A linha de crédito pode ser utilizada para capital de giro nas seguintes atividades: meios de hospedagem, parques temáticos, transportadoras turísticas, bares e restaurantes, agências de turismo e organizadores de eventos, entre outras categorias. Por outro lado, estão impedidos de contratar os clubes, entidades de classe, organizações religiosas, sindicatos/federações e confederações sindicais, partidos políticos, comércio de armas, atividade bancária/ financeira, jogos e prognósticos, além de motéis/saunas e termas.

 

Segundo o secretário de Turismo estadual, Rodrigo Novaes, o Governo do Estado vem se esforçando para atender ao trade turístico, tão afetado com a pandemia. “É uma oportunidade para o trade se restabelecer, injetar dinheiro no seu negócio, de modo que, nessa retomada, a gente possa passar pela pandemia de maneira mais equilibrada. Isso vai ajudar a retomar o emprego também na área do turismo”, destaca o secretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes.

 

Para fazer o pré-cadastro, é necessário preencher o formulário que estará disponível no site da AGE (www.age.pe.gov.br/crediturpe). No site, também estão detalhados quais as tarifas, garantias e documentos necessários.

Deixe uma resposta